sábado, 21 de maio de 2011

IRRIGAÇÃO CONTÍNUA

Continuando com as postagens do nosso guia pratico de enfermagem, vamos aprender mais uma técnica.
Irrigação Contínua

Tem por finalidade lavar a bexiga em caso de obstrução por coágulos, sangramento uretral, pós-cirúrgico de prostatectomia e outros.

Materiais

  • Sonda Foley de três vias;
  • SF para irrigação;
  • equipo de soro;
  • luvas de procedimento;
  • impresso para balanço;
  • coletor;
  • suporte de soro.

Procedimento
  • Preparar a solução;
  • pendurá-la no suporte;
  • conectar a sonda ao equipo da solução;
  • substituir a solução sempre que necessário;
  • controlar o gotejamento e observar a pemeabilidade;
  • calçar luvas;
  • medir volume drenado;
  • vol. infundido - vol. drenado = vol. total
  • observar características;
  • anotar balanço em impresso próprio.

6 comentários:

  1. Anônimo10:30 PM

    muito bom

    ResponderExcluir
  2. Anônimo3:45 PM

    me ajudou

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4:04 AM

    pergunta.. Volume infundido - volume drenado?? Então se volume maior que o infundido essa anotação será negativa??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo4:12 AM

      Tbm fico confuso nessa anotação, na instituição onde trabalho anotamos positivamente.. Sendo passado negativo para o Balanço Hidrico por ser uma perda. Mas na anotação da irrigação a diurese entra positiva, pois o negativo ali é a irrigação que queremos retirar no calculo para saber quanto sobrou, que no caso seria a diurese.

      Excluir
  4. Anônimo4:07 AM

    Não seria o inverso essa fórmula?? Volume drenado - volume infundido??? Tbm entendo que o excesso não pode ser negaivo... Só entraria negaivo no Balanço hidrico..Por Favor nos ajude.. Pois posso estar errando uma vida inteira..

    ResponderExcluir